Operadoras de Saúde

Serviços de saúde: vantagens na aprovação automática de procedimentos

19 de Janeiro de 2017 | por Equipe Benner

O processo de emissão de autorizações muitas vezes satura o setor nas operadoras de planos de saúde. Em épocas de epidemias, como por exemplo no outono e inverno quando casos de gripe aumentam drasticamente, ou em situações como a que o Brasil vem passando, com aumento de casos de doenças como a dengue, a demanda para as equipes que atuam no processo de autorização de exames e procedimentos só aumenta.


Encontrar uma forma de agilizar essas autorizações e evitar demora excessiva para a liberação de guias e solicitações, como aprovação automática de procedimentos mais simples, seria uma ótima alternativa, não é mesmo?


Imagine a seguinte situação: o beneficiário envia a guia médica junto com os documentos obrigatórios para conseguir uma liberação para realizar um exame de sangue (procedimento com baixa complexidade). Segundo regras da ANS, a operadora de planos de saúde tem até cinco dias úteis para se posicionar quanto a liberação ou não de tal exame. No entanto, esse exame pode ser imprescindível para um diagnóstico importante, e a espera por tantos dias - mesmo que com base legal - pode deixar o beneficiário em maus lençóis. Sem contar que, devido a alta demanda e necessidade de velocidade nas análises, podem acontecer inclusive negativas indevidas aos procedimentos solicitados. Com a alta demanda e pouca produtividade com processos manuais, a margem de erros se torna grande.


Situações assim certamente contribuem (e muito!) para a insatisfação dos beneficiários e aumentam consideravelmente os riscos de registro de reclamações junto à ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).


E se a sua operadora pudesse trabalhar com uma solução tecnológica baseada em workflow (fluxo de trabalho) para liberação automática de procedimentos médicos? Que tal liberar solicitações de baixa complexidade sem a necessidade de envolvimento de um profissional para análise das informações? Essa tecnologia é justamente para isso!

O workflow vem sistematizar o processo de autorizações da operadora, identificando as várias atividades envolvidas, quais as regras de procedimento e controle das informações associados e quais as alçadas para aprovação. Dessa forma, é possível agilizar a regulação e parametrizar procedimentos que podem ser liberados automaticamente, como os procedimentos simples por exemplo, e quais devem passar por análise antes de serem aprovados.


Com a automatização e a flexibilidade trazidas pelo workflow para aprovação de procedimentos, sua operadora obtém vantagens como:


  • Mais velocidade nas respostas, por meio de critérios pré estabelecidos para aprovação de guias médicas sem necessidade de auditoria do setor de autorizações.
  • Maior assertividade nas análises e retornos, pois a automação facilita a rotina da equipe de autorizações, que passa a fazer as liberações de procedimentos médicos, o acompanhamento de emissão de guias médicas e o controle dos planos de saúde de cada beneficiário, sem a necessidade de troca de papéis e respeitando-se a segurança e privacidade da informação.
  • Redução de custos por meio da troca e guarda eletrônica de dados, que reduz o fluxo de papel e ligações telefônicas e de profissionais dedicados a análise das solicitações de procedimentos mais simples.
  • Informações gerenciais trazidas pela integração proporcionada pela tecnologia, que fornece indicadores consistentes e medições em tempo real que propiciam à sua operadora o planejamento de estratégias que otimizem  e tragam melhorias à gestão de sinistro em saúde.

Ao controlar com eficiência as liberações de serviços de saúde, a aprovação automática torna a operadora de saúde mais competitiva no mercado e fortalece a capacidade de investimentos da empresa. Para a equipe, a aprovação automática impacta em mais transparência e segurança na rotina, aumentando sua acuracidade e produtividade.

cta_saude_benner

Comente