Compliance Jurídico

Saiba como uma RFP mal feita pode prejudicar sua empresa

12 de Maio de 2016 | por Equipe Benner

Como você já viu aqui no blog, RFI, RFP e RFQ, são documentos com diferenças entre si, cada um com sua especificidade e enviados em momentos diferentes do processo de escolha de um fornecedor.

Após ser enviada a RFI (Request For Information) para saber exatamente quais são os serviços que os fornecedores participantes do processo são capazes de oferecer, entra em cena a RFP (Request For Proposal). Trata-se de um convite enviado aos fornecedores que melhor se enquadram às demandas da empresa para participarem de um processo de seleção. Esse processo se dá por meio de um formulário de perguntas com o propósito de extrair do candidato informações relevantes antes de ir adiante nas negociações.


Porém, uma RFP mal feita ou incompleta pode fazer sua empresa correr alguns riscos. Por isso, é preciso estar atento para evitar equívocos, prejuízos e retrabalhos posteriormente. Confira abaixo as desvantagens que uma RFP inadequada pode gerar ao seu negócio:

Perder tempo

Pode levar sua empresa a entrar em contato com fornecedores que não se encaixem no escopo do seu projeto. Então, gasta-se tempo em reuniões e avaliações de candidatos que não são adequados para colaborar com seu negócio. Além disso, avaliar cada concorrente é algo que exige tempo e dedicação. Portanto, para não gastar muito tempo nesta etapa, filtre os candidatos mais compatíveis com o que sua empresa procura.

Escolher um candidato inadequado

Para obter respostas satisfatórias em sua RFP, é preciso também saber elaborar perguntas que induzam o candidato a elas. Muitas RFPs são mal sucedidas por estimular do fornecedor respostas vagas e que não funcionam efetivamente para processos de comparação com outros concorrentes. Ser transparente em seus objetivos e desafios e no que espera do fornecedor também é essencial para uma resposta satisfatória. Uma RFP mal elaborada pode fazer com que sua empresa tome decisões erradas no momento de avaliar os candidatos e opte por um parceiro que não atenda as expectativas.

Perder dinheiro

Essa é uma das principais consequências em se escolher um fornecedor inadequado. Contar com um parceiro que não atenda as suas expectativas, ou que não seja compatível ao que sua empresa precisa para vencer seus desafios e alcançar seus objetivos, pode ter consequências desastrosas. Fechar negócio com um parceiro que não se encaixe no escopo do seu projeto pode até obrigar você a reiniciar todo o processo seletivo por ter feito uma escolha equivocada.

cta_benner_juridico_ti_horizontal


Por outro lado, uma RFP bem elaborada, que consiga captar informações relevantes e valiosas a respeito do fornecedor concorrente, irá ajudar sua empresa a evitar riscos como esses. Para tomar a decisão correta, é necessário escolher um fornecedor que seja compatível à estratégia adotada e chegar a um acordo financeiramente vantajoso.


Dessa forma, procure construir RFPs que esclareçam seus objetivos, evite mandá-las para muitos fornecedores simultaneamente, faça perguntas que permitam aos concorrentes destacarem seus diferenciais e busque antecipar-se a possíveis dúvidas que os fornecedores possam ter.


Para isso, monte seu melhor time para a elaboração da sua RFP, mobilizando profissionais de cada setor envolvido e certificando-se de dar a eles o tempo necessário para o trabalho. Assim, aumentam suas chances de montar uma boa RFP e evitar grandes aborrecimentos e prejuízos.

Comente