Institucional

Cursos gratuitos de TI beneficiam milhares de jovens em SC

29 de Abril de 2019 | por Equipe Benner

Mais de 4 mil jovens receberam treinamento gratuito em tecnologia e foram encaminhados a potenciais empregadores na região de Blumenau desde 2006.

Essa cifra vai crescer com os alunos contemplados na edição 2019 do programa Entra21/Blusoft, que bateu recorde: 3.122 inscritos. Os 350 selecionados participaram da Aula Magna proferida no dia 24 de abril pelo presidente da Fapesc (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina), Fábio Zabot Holthausen, representando o governador Carlos Moisés.

Até o final da exposição, praticamente ninguém deixou a plateia do Teatro Carlos Gomes. “Percebi muita motivação e disciplina por parte dos estudantes. Eles estão na idade de escolher o que querem ser e acreditam na oportunidade que o Entra21 abre para seu futuro”, observou o presidente.

Encaminhamento ao emprego

É o que confirma Paulo F. da Silva Fagundes, formado ano passado.em Programação em Filemaker. “Este curso foi extremamente produtivo e agregou muito ao meu currículo profissional e pessoal”, disse Fagundes, que deu nota máxima a todos os 14 quesitos do questionário de Avaliação do Treinamento, em 2018.

Como se fossem poucas as mais de 6 mil horas de formação em Tecnologia da Informação, aliadas a noções de empreendedorismos e de línguas estrangeiras, o Entra21 ainda oferece, gratuitamente, material didático e transporte ao local das aulas. Para ter esses direitos, os candidatos – alunos que estejam frequentando ou tenham concluído o ensino médio, residentes em Blumenau ou cidades vizinhas – passam por triagens nas quais têm prioridade jovens em risco social, portadores de deficiências e imigrantes.

Quem for escolhido, após seis meses pode ser diplomado em linguagens como Java, c#.Net, PHP, Android e Delphi ou em áreas de Suporte, Windown, Server e outras. Geralmente promovida na mesma data da formatura, a Mostra de Talentos é estratégica para destacar competências, disponibilizar currículos e locais para entrevistas capazes de resultar em contratações. “Já no dia do evento, em 2018, tivermos dezenas de alunos efetivados pelas empresas”, salienta Henrique Marcos Fava Bilbao, presidente do Blusoft (Polo Tecnológico de Informação e Comunicação da Região de Blumenau). “Agradecemos ao presidente da FAPESC, que juntamente com o deputado Ricardo Alba e o secretário Lucas Esmeraldino, foi fundamental para convencer o governador Carlos Moisés da importância do programa”.

Não foi difícil: o relatório final da edição 2018 do programa é um calhamaço de 500 páginas, repletas de dados impressionantes que a FAPESC, principal apoiadora do programa desde sua criação, em 2006, tem destinado R$800 mil por ano. O próximo aporte será feito em junho de 2019 ou logo após a prestação de contas da parcela anterior de R$800 mil.

Outro apoiador do Entra21 presente à Aula Magna, o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, agradeceu ao governador Carlos Moisés por ter rapidamente deferido o pedido para renovar convênio que permitiu levar o curso a mais uma turma. Na cerimônia, prestigiada pela reitora da Universidade Regional de Blumenau, Marcia Cristina Sardá Espindola, foram apresentadas também as empresas âncoras da edição 2019: Senior, Benner Sistemas, Philips, Havan, Indyxa, Bludata e PagueVeloz.

Na solenidade, o coordenador geral do Entra21, Sérgio Tomio, contou a história do programa, lançado em diversos países latino-americanos com ajuda de financiamento internacional do Banco Interamericano de Desenvolvimento. “A proposta do BID e das outras instituições internacionais envolvidas era dar o impulso inicial para que o programa prosseguisse sozinho. Hoje o Entra21 de Blumenau é o único que continua em andamento, de forma independente”.


Fonte: FAPESC

Comente