• Vendas +55 (11) 2109.8500
  • Solicite contato
  • Suporte
    ERP Corporativo (47) 3321-1330
    Logística TMS (47) 3321-1301
    Logística WMS (47) 3321-1311
    Turismo (47) 3321-1332
    Jurídico (47) 3321-1326
    RH (47) 3321-1340
    Saúde (44) 2101-0800
  • Área do cliente
  • Área do colaborador
ERP

Inadimplência: você está cobrando os clientes corretamente?

2 de Agosto de 2018 | por Equipe Benner

Será que você está cobrando os clientes corretamente? Muitas vezes, quando as empresas crescem rapidamente elas perdem o controle financeiro. Dessa maneira, não conseguem implementar um bom controle de contas a receber, e fazer, por exemplo, a cobrança de juros das contas atrasadas.

Como evitar essa situação? É necessário fazer um acompanhamento dos recebimentos das contas bancárias e emitir relatórios de controle financeiro. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Como fazer a conciliação de pagamentos de clientes?

Quando uma empresa aumenta sua cartela de clientes ela também precisa aperfeiçoar o seu controle financeiro. Caso contrário, poderá ter um aumento da inadimplência e, como consequência, grandes prejuízos.

Mas como fazer isso?

Em primeiro lugar, deve-se definir a forma de cobrança dos clientes. Por exemplo: pode-se optar por boleto bancário, depósito ou cartão de crédito. Essas opções permitem que a equipe financeira faça um controle da entrada de dinheiro na conta da empresa.

Para facilitar esse monitoramento, é recomendável utilizar uma solução tecnológica especializada. Esse software deve ter entre suas funcionalidades: a gestão de pagamentos, vendas e registro das obrigações legais.

Com isso, o software fará a integração entre o sistema bancário e os dados da empresa. Então, o responsável pelo setor financeiro poderá importar facilmente as informações dos pagamentos dos clientes e conciliar os dados com os balancetes. 

Como fazer o cálculo de juros?

A conciliação das informações permite que o gestor faça uma avaliação sobre os clientes que estão em atraso, quem são os bons pagadores e aqueles que já podem ser cobrados com juros.

O Código de Defesa do Consumidor informa que o cliente inadimplente não pode sofrer constrangimento em função de sua dívida. Contudo, podem ser cobrados juros sobre o valor devido. Em casos de financiamento, por exemplo, as multas de mora oriundas da inadimplência não podem ser maiores do que 2% do valor da prestação.

Por exemplo: uma prestação de R$ 1.000,00 que está em atraso, com 2% de multa, ficará R$ 1020,00. Agora, imagine se você ou sua equipe precisar calcular esses valores manualmente quando há 50 clientes inadimplentes?

O mais adequado é utilizar um sistema que faça o cálculo de juros automaticamente. Dessa maneira, evita-se a contratação de novos funcionários para fazer o acompanhamento dessa atividade.

Além disso, o próprio software permite o monitoramento dos impostos a serem pagos em determinada região, o que diminui a probabilidade de ficar em dívida ativa com a União.

Já quem não possui um bom software, por exemplo, pode fazer o cálculo utilizando uma planilha de excel. Contudo, a operação fica mais demorada, o que exige a contração de pessoas, aumenta a probabilidade de erros e dos custos da empresa.

Será que você está cobrando os clientes corretamente?

Diante dessa explicação, será que você está fazendo a cobrança correta dos clientes inadimplentes? Ao fazer a gestão de cobrança de maneira eficiente você evitará muitos problemas para a empresa.

Inclusive, ao cobrar juros sobre os atrasos você evitará que o mesmo cliente se torne um devedor constante. Essa medida simples contribuirá ainda mais para o crescimento do seu negócio.

O que acha de aproveitar as dicas e verificar se você está cobrando os clientes corretamente?

Nova call to action

Comente