Logística

Controle as operações dos seus parceiros por meio de um software de logística

2 de Setembro de 2016 | por Equipe Benner

Hoje você tem uma operação muito boa em determinada região do Brasil, mas quer expandir seu negócio para as demais localidades. Como por exemplo, melhorar a sua presença na região Centro-Oeste. Para isso, é indicado fazer parcerias com empresas do local para auxiliar a sua empresa na parte de logística em transporte. Mas o grande problema é conseguir monitorar e controlar a operação realizada com parceiros, não é mesmo?


Definir as melhores estratégias para fazer o controle do transporte de mercadorias está entre os principais desafios de parcerias. Como controlar custos e pagamentos, prazos de entrega e ter muito bem definido quais são os papéis e as responsabilidades de cada um dos parceiros?


Se você anda se fazendo essas perguntas ultimamente, não está sozinho. Confira os pontos de atenção para que as suas parcerias logísticas obtenham sucesso!

 #1 Apresente a missão e visão da empresa

Os transportadores devem receber consultoria em questões como estrutura, documentações, obrigações trabalhistas, motivação de equipe, equipamentos de segurança, direção defensiva, licenças ambientais e gestão da frota. Em paralelo, é necessário haver um constante monitoramento de indicadores de desempenho logísticos de todos os aspectos operacionais e acompanhamento de planos de ação. O objetivo, além de impulsionar a eficiência do negócio, é estender e reforçar os valores do código de conduta e a visão da sua empresa.

 #2 Defina quais são os papéis e as responsabilidades de cada um dos parceiros

Ao realizar parcerias logísticas, tenha claro as funções de cada um nos negócios, estabelecendo os indicadores logísticos a serem cumpridos por seus parceiros e documentando-os em contratos. É interessante ainda estipular prazos para que o parceiro terceirizado seja capaz de resolver possíveis problemas que possam aparecer no caminho e, caso ele falhe na resolução ou haja negação da situação, o contrato possa ser rescindido. Para isso, todas as atividades devem estar contidas nas cláusulas do contrato para terem o amparo da lei.


cta-horizontal-benner-logistica-p3

#3 Controle os custos e pagamentos

É essencial ter um controle de gastos previstos para um determinado período de tempo. No caso das transportadoras, é importante garantir que existam gastos fixos que dizem respeito à frota, como controle de pneus, combustível e abastecimento dos veículos. Tendo isso em mente é possível programar os pagamentos adequados para cada situação, já previstos no orçamento. Lembrando que existem softwares de logística específicos para essa finalidade hoje no mercado.

#4 Integração com fornecedores

Partilhar o sistema de cadeia de suprimentos é uma alternativa importante, que torna a logística de distribuição mais organizada e ágil. Por meio da tecnologia é possível compartilhar dados de estoque com fornecedores, que vão se encarregar de suprir imediatamente as necessidades da empresa. Se houver uma sincronia perfeita no compartilhamento de dados, o processo se tornará mais rápido para todos os lados.

 #5 Fique atento à gestão das entregas

O cliente, para ficar satisfeito, precisa ter seu produto exatamente como pediu, entregue no prazo e em perfeito estado. Para isso, os processos logísticos de entrega de produtos precisam estar em dia. Tecnologia logística específica para gestão de entregas pode ajudar muito nesse caso. Ela garante que o motorista fará a melhor gestão possível dos horários, das rotas e da ordem das entregas. A confiança do cliente também melhora significativamente, pois se houver erros na entrega reverter devoluções torna-se muito mais fácil. Isso porque o próprio motorista intermedia a negociação, no local da entrega, para que apenas parte da carga seja entregue.

Uma gestão correta de todos os processos que envolvem os seus parceiros logísticos evitam problemas internos na empresa, como alto custo e prestação de serviços mal feita. E também problemas com os clientes, como entregas fora do prazo e mercadorias em mau estado. Esse controle orientado por um sistema de logística agrega benefícios em termos de redução de custos e aumento do nível de serviço oferecido, fatores que se transformam em vantagens competitivas para a sua empresa!

Comente