• Vendas +55 (11) 2109.8500
  • Solicite contato
  • Suporte
    ERP Corporativo (47) 3321-1330
    Logística TMS (47) 3321-1301
    Logística WMS (47) 3321-1311
    Turismo (47) 3321-1332
    Jurídico (47) 3321-1326
    RH (47) 3321-1340
    Saúde (44) 2101-0800
  • Área do cliente
  • Área do colaborador
Recursos Humanos

Como otimizar ações estratégicas visando a evolução do RH

30 de Agosto de 2018 | por Equipe Benner

Há muito se considera que o departamento de RH tem de ser uma área estratégica para fazer uma empresa crescer. Mas o caminho para chegar a isso é o RH digital. A transformação digital está revolucionando a forma de atuação do setor, já que a automação pode poupar a área de toda a rotina operacional. Com isso, hoje as tendências de RH mostram que o importante é agregar valor às estratégias e expectativas da empresa.

A evolução do RH passa por uma visão holística sobre sistemas e processos. Os profissionais da área precisam ter visão de mercado e dos negócios, para transitar entre as diversas áreas e apoiar gestores, diretores e colaboradores. Investir em tecnologia é uma forma de cortar caminho rumo ao aumento da eficiência, pois permite substituir procedimentos obsoletos por versões atualizadas e otimizadas. 

Como inserir o RH na era digital

A tecnologia permite automatizar e acelerar certas tarefas da administração de pessoal, uma das áreas mais importantes para toda a organização. Um software de Recursos Humanos possibilita controlar todos os principais processos da área. Desde tarefas de pagadoria (salário, ponto, folha de pagamento, entre outros) até a gestão de pessoas (recrutamento e seleção, gestão de desempenho, gestão de benefícios, entre outros). 

Há várias formas de tecnologia que podem melhorar a eficiência dos processos de administração de pessoal por meio da automação.

O que muda na administração de pessoal?

Conheça os 6 pontos críticos mais comuns enfrentados na administração de pessoal e a melhor forma de lidar com eles:

# 1 Produtividade

Um dos pontos mais importantes para o sucesso é medir e controlar a produtividade do time. A produtividade diz respeito ao volume de entregas em um período de tempo. Ou seja, ela deve ser crescente.

Por isso, é essencial encontrar os melhores indicadores de desempenho (KPIs - Key Performance Indicator) e controlar esses dados com atenção e dedicação. Mais que isso, esteja preparado para fazer mudanças nos processos ao menor sinal de queda da produtividade.

# 2 Processos

A infinidade de tarefas que estão sob responsabilidade da equipe de administração de pessoal demanda grande capacidade de organização dos processos. O profissional precisa lidar com muitas informações e dados, além de tomar decisões relevantes para a organização. Todo e qualquer erro pode gerar impactos bastante significativos. Organizar a rotina de trabalho e acesso à informação, assim como a divisão de tarefas passa a ser indispensável.

# 3 Controle do absenteísmo

A frequência dos colaboradores impacta diretamente nos valores e benefícios recebidos, assim como na produtividade. Por isso, independentemente do porte da organização, é importante manter um controle de ponto dos funcionários. Mas, além disso, convém analisar os motivos de absenteísmo, buscando identificar suas causas.

# 4 Folha de pagamento

Controlar a folha de pagamento de uma organização é uma tarefa crucial. São muitas informações e variáveis envolvidas. Por isso, automatizar o processo por meio de softwares de gestão é uma boa saída, principalmente para as empresas maiores, que lidam com grande número de colaboradores. 

# 5 Gestão de benefícios

Assim como a folha de pagamento, a gestão de benefícios dentro da organização pode ser bastante complexa, uma vez que pode variar com o tempo de emprego de cada colaborador, o seu cargo e as negociações de contratação. É essencial estabelecer um controle rígido e oferecer a melhor assistência a todos os colaboradores, garantindo a sua satisfação e o funcionamento do conjunto. 

# 6 Atualização com a legislação trabalhista

Acompanhar de perto as questões de legislação trabalhista é essencial para que o departamento de pessoal se mantenha atualizado. É preciso controlar os dados de cada funcionário, com informações sobre o valor devido em férias, 13° salário, rescisão e outros direitos trabalhistas. Este cadastro de informações garante que a empresa fique de acordo com a legislação e principalmente, o atendimento ao e-Social.

E quanto aos desafios da gestão de Talentos nas empresas?

Tornar o setor de HR mais estratégico é vital para obter bons resultados. Isso porque a empresa não pode ignorar a importância e influência da tecnologia e da internet não só para o recrutamento, seleção e retenção de talentos como para o RH como um todo. 

Uma das principais mudanças que a internet trouxe foi a troca de poder do entrevistador, para o entrevistado, ou seja, da empresa para o candidato. Graças à internet, hoje o candidato já vem para um processo seletivo munido de informações. Ou seja, já sabe como é trabalhar na empresa, já conhece a cultura organizacional, o que pensam funcionários ou ex-funcionários sobre a empresa.

Com isso, as companhias começaram a ter que se preparar ainda mais para atrair esses candidatos. Pesquisa realizada pelo Linkedin, sobre as tendências de recrutamento no Brasil em 2016, revela que 68% das empresas entrevistadas valorizam e vêm a marca empregadora como uma prioridade. 

Além disso, ainda de acordo com o levantamento, 75% das empresas acreditam que as redes sociais profissionais online são as plataformas de divulgação de marca empregadoras mais eficazes, seguidas pelo site da empresa (57%) e pelas mídias sociais (54%).

Outro ponto que deve ser observado é o encontro de gerações diferentes nas empresas, o que também exige uma gestão diferenciada por parte do RH. É preciso definir políticas e ferramentas que permitam liderar e inspirar equipes com perfis, experiências e objetivos tão diferentes.

E como tratar a remuneração e a carreira?

Os perfis mudam, mas um bom plano de Cargos e Salários e carreira ainda é fundamental. Como instrumento gerencial estabelece a estrutura de carreira da organização, define as atribuições, deveres e responsabilidades de cada cargo e estabelece os níveis salariais a serem praticados. 

Vale salientar que a boa gestão salarial possui dois pilares fundamentais: equilíbrio interno e externo. O primeiro é a garantia de uma adequada harmonia interna dos cargos e salários dentro da sua organização. O segundo é o provedor da harmonia dos cargos e salários com o mercado de mão-de-obra.

E é importante estar atendo à era digital, pois novas profissões surgem com certa frequência, em decorrência das inovações tecnológicas. E profissionais de ambas as gerações terão interesse nelas. Caberá ao RH definir políticas para suportar e direcionar o tema, sob pena de perder talentos importantes para a organização.

O mercado hoje oferece muitas de tecnologias voltadas para a automação de todos os processos de RH. E como você já viu aqui no blog, não será possível ser estratégico sem ser digital! 

Continue acompanhando nosso blog. Vamos nos próximos artigos vamos mostrar como a tecnologia vai mudar cada núcleo do RH da sua empresa!

rh_benner_cta

Comente