Compliance Jurídico

BTO como aliado do departamento jurídico

29 de Dezembro de 2016 | por Equipe Benner

A busca por capacidade de escala sem aumento proporcional dos custos, garantia de qualidade e segurança, é uma constante nas empresas que visam sustentabilidade e crescimento ao longo dos anos. E isso vale para todas as áreas de negócio: dos serviços de infra estrutura à contabilidade. Esse anseio, aliado à necessidade cada vez mais forte nas empresas de dar foco ao core business, envolvendo todos os setores na busca por inovação e diferencial competitivo, torna o Business Transformation Outsourcing (BTO) uma estratégia de negócio extremamente relevante no mercado atual.


A necessidade da terceirização e aprimoramento das práticas de outsourcing, dos processos de negócio que usam intensamente a tecnologia da informação como requisito fundamental, teve seu início nos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial. Na ocasião, a indústria bélica devia dar foco à fabricação de armamentos e, para isso, terceirizava atividades secundárias a empresas prestadoras de serviço, como as de melhoria dos processos e as de técnicas de gestão administrativa e operacional das empresas. No Brasil, a terceirização aparece na década de 1950, consolidada pela indústria automobilística. Já em 1974, acontece a regularização do trabalho temporário.


E qual a relação das práticas de outsourcing com seu departamento jurídico? Simples: elas podem ser a resposta para perguntas que costumam “rondar” seu dia a dia, tais como:



A não ser que você nunca tenha feito essas perguntas antes, você precisa conhecer as estratégias de Business Transformation Outsourcing (BTO) que podem ajudar também o departamento jurídico da sua empresa.


Cabe salientar que as práticas de outsourcing no caso de BTO, representam uma evolução em relação à terceirização, já mais difundida para o caso de manutenção, limpeza e segurança de acesso, por exemplo. Isso se deve ao fato de que o formato de serviços propostos nas práticas de outsourcing exigem uma maior especialização das atividades realizadas. Além disso, o uso de tecnologias, desenho de processos e acordos de nível de serviço - conhecidos como SLA (Service Level Agreement), também são requisitos, que garantem a qualidade dos serviços e aplicação das melhores práticas.


O Business Transformation Outsourcing (BTO) pode acontecer em relação às atividades que abrangem funções de negócio internas, também chamadas  de back office como folha de pagamento e compras ou pode contemplar serviços de atendimento ao cliente e de front office, como marketing ou suporte técnico. O ITO (Information Technology Outsourcing), por exemplo, é um tipo de BTO voltado à terceirização da tecnologia da informação nas empresas.


Em se tratando do departamento jurídico, há o Legal Process Outsourcing (LPO), nome dado à terceirização de processos e serviços legais que deve crescer a uma taxa anual média de 29,6% de 2014 a 2020, segundo relatório da Grand View Research. Nessa modalidade, as empresas podem dividir as atividades operacionais do departamento jurídico que não integram diretamente o seu negócio com prestadores de serviço que ofereçam mão de obra especializadas e estejam dispostos a este tipo de parceria. Com isso, a organização pode conseguir maior foco no mercado e no desenvolvimento de seus produtos.


Em relação às práticas de outsourcing, outro ponto bastante relevante é o seguinte: o processo de terceirização não pode ser visto apenas como um redutor de custos da empresa. O BTO visa também uma série de outros benefícios para as empresas que optam por ele, tais como:


  • Melhoria contínua nos processos da empresa;
  • Modernização e especialização dos processos;
  • Compartilhamento dos riscos operacionais;
  • Níveis de serviço (SLA) pré-definidos em contrato;
  • Aumento de flexibilidade e capacidade de atendimento ao aumento da demanda;
  • E sim, a transformação de custos fixos em variáveis.

Perceba como uma estratégia de outsourcing como a LPO pode ser uma excelente alternativa para melhorar a gestão do seu contencioso de massa ou para aumentar a acuracidade nos cálculos dos processos trabalhistas, por exemplo. Continue acompanhando nosso blog para saber mais sobre Business Transformation Outsourcing (BTO) e como adotar essa estratégia no departamento jurídico da sua empresa. 

cta_benner_juridico_ti_horizontal

Comente