Jurídico

3 dicas para você melhorar a gestão jurídica no seu departamento

2 de Maio de 2016 | por Equipe Benner

O tempo em que o departamento jurídico era visto como um departamento à parte, associado apenas a presença no tribunal, ficou para trás. Hoje, além da emissão de pareceres jurídicos, assessoria e elaboração de contratos, a área deve também propor a adoção de práticas preventivas, sempre conectada aos negócios da empresa. É necessário pensar em gestão jurídica!


Com a pressão exercida pelos clientes internos, pelo mercado e pelos parceiros de negócio, como os escritórios de advocacia, fazer gestão jurídica da forma estratégica é um desafio. Essa pressão envolve o atendimento de prazos estipulados aliado a um bom nível de execução dos trabalhos, já que estes impactam diretamente os negócios da companhia.


Confira dicas de gestão jurídica que aumentam a eficácia do setor e o posicionam como estratégico para a empresa!


#1 Atuação estratégica

A digitalização e a globalização dos negócios vêm imprimindo a todas as áreas das empresas um movimento de envolvimento e proximidade. Isso implica dizer que o tempo em que cada área cuidava somente “da sua parte” nos negócios da companhia está ficando pra traz. Para o departamento jurídico não é diferente!

No processo de gestão jurídica estratégica e mais eficaz, o departamento pode (e deve!) promover reuniões de planejamento regularmente, para discutir e propor ações preventivas que minimizem litígios futuros, além de prestar assessoria jurídica para todas as áreas da empresa.  Além das questões legais, trazer contribuições voltadas a contratos mais rentáveis, formas de contratação mais seguras, incentivos fiscais e tributários e prevenção de riscos, deve fazer parte do dia a dia da organização jurídica.


#2 Indicadores de performance

É importante acompanhar indicadores de desempenho tanto do setor jurídico quanto dos escritórios credenciados, tais como: número de processos abertos por período e por área e histórico de êxitos. Dessa forma, as pessoas envolvidas na área passam a trabalhar orientadas a resultado. No caso da performance dos escritórios credenciados, você passa a estabelecer um ranking que permite inclusive a elaboração de planos de bonificação que incentivem o melhor desempenho.

#3 Tecnologia para gestão

Para conseguir acompanhar todo o fluxo de atividades da área jurídica, com a segurança que sua empresa necessita, será necessário contar com tecnologia. Um software especializado na área jurídica, atua diretamente na automação do fluxo de trabalho e possibilita a integração e controle dos escritórios de advocacia e filiais da empresa. A tecnologia permite ainda o uso de dispositivos móveis, para que os advogados tenham controle de seus processos onde quer que eles estejam, com atualização automática de acordo com o andamento de cada processo. Um software totalmente integrado ao seu ERP (sistema de gestão), também dá a sua empresa um rígido controle dos valores a provisionar. Com facilidades voltadas ao controle de prazos e agendamento, a perda de compromissos e prazos se torna coisa do passado no seu departamento jurídico!


Ao explorar, entender e colocar em prática os diversos aspectos envolvidos na organização jurídica eficaz, a área impacta positivamente nos resultados de sua empresa, alavancando seu desempenho e gerando benefícios para toda a organização.


Conte conosco para aplicar essas dicas no seu departamento jurídico. Será uma honra trabalhar nesse projeto junto à sua empresa.

cta_benner_juridico_ti_horizontal

Comente