A ideia de que a Tecnologia da Informação está diretamente relacionada com a comunicação está muito clara, não é mesmo? Nas áreas envolvidas no processo Logístico, a TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) precisa ser utilizada em sua totalidade e de maneira produtiva, para que seja um diferencial de mercado e um integrador entre os envolvidos no transporte de carga.

O gerenciamento e a divulgação de informações importantes para os envolvidos no processo logístico é essencial para o bom andamento das operações e, nesse quesito, a Logística e a Tecnologia da Informação são parceiras inseparáveis.

Se você ainda possui alguma dúvida sobre a importância das informações para a Logística e sobre como a tecnologia pode auxiliar nesse processo, ninguém melhor que Bill Gates, sócio fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo, para fazer você repensar o tema: “a maneira como você coleta, gerencia e utiliza as informações determina se você vai vencer ou perder.”

Tecnologia para facilitar o acesso às informações e fidelizar o cliente

Muito além de apenas satisfazer as necessidades internas, comunicar-se com exatidão e em tempo real com seus clientes aumentará o índice de satisfação e suas chances de negócio. Philip Kotler, considerado um dos maiores gurus do mundo dos negócios, possui uma frase que ilustra claramente essa situação. Ele diz que "se você criar um caso de amor com seus clientes, eles próprios farão sua publicidade."

Verdadeiro sonho de todos os empresários não é mesmo?! Contar com a fala de seus clientes à respeito da ótima atuação de sua empresa no mercado dos transportes. Seja o cliente final relatando o fácil acesso à informações pertinentes à suas entregas ou ainda, o embarcador sendo bem atendido e recebendo as informações solicitadas em tempo real e sem erros.

Em ambos os casos, Logística e Tecnologia da Informação precisam caminhar juntas, ou seja, para alcançar o sucesso e estar na “boca do povo” (positivamente, é claro!). Se ainda não aderiu à tendência de informatizar seus processos pode ficar para trás e, certamente não é o que você deseja.

Em 2015, o mercado de TI no Brasil cresceu 9,2%, contra 5,6% da média global, segundo o estudo Mercado Brasileiro de Software e Serviços 2016, desenvolvido pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) e a International Data Corporation (IDC). Os números mostram a representatividade e importância da Tecnologia da Informação para o mundo corporativo e, com certeza, se você ainda não havia pensado em informatizar suas operações, certamente já está perdendo terreno para os concorrentes.

cta-horizontal-benner-logistica-p3

Integração logística e troca eletrônica de dados

Quando optar por trabalhar com um sistema informatizado, considere conhecer sua operação e quais as melhorias podem ser proporcionadas. Pesquise fornecedores no mercado e entenda as características do sistema para estar certo de sua escolha. Procure por um sistema de gestão com a possibilidade de integração entre o sistema de sua empresa e seus parceiros da cadeia logística, como clientes e fornecedores, o que facilita inclusive, o processo de subcontratação.

Hoje, a tecnologia proporciona a integração dos diferentes sistemas utilizados entre parceiros de negócio, por meio do EDI. A sigla significa Electronic Data Interchange. Traduzindo para o português, Intercâmbio Eletrônico de Dados. Refere-se à possibilidade de troca de documentos entre duas organizações de forma padronizada. Por meio do EDI, o fluxo de papéis e o repasse manual de informações é reduzido.

A tecnologia da informação e comunicação na logística fomenta a integração entre os parceiros de negócio e com isso, todos obtém vantagens como:

  •  Qualidade e agilidade: com EDI, a transferência de informações torna-se mais ágil e segura, com pouca interferência humana e sem a necessidade de lançamentos manuais.
  • Redução de custos: com a transferência eletrônica de informações, sua empresa reduz a necessidade de funcionários tratar os dados manualmente, assim como o custo com retrabalho proveniente de falhas.
  • Ganho em produtividade: sistemas integrados aumentam (muito) a velocidade e a acuracidade no trato das informações, ao passo que dispensam digitação de um mesmo dado mais de uma vez e alguém disponível para responder dúvidas sobre a operação, por exemplo.
  • Melhoria do nível de serviço: disponibilizar aos parceiros informações sobre a operação, certamente aumentará a satisfação da cadeia, que ganha em autonomia e velocidade.

As tendências do mercado em que a Tecnologia da informação e comunicação na logística corroboram com a frase de Peter Drucker, citada há algumas postagens BP, falando que “no comércio eletrônico não existem empresas locais nem geografias distintas”. Ou seja: o transporte precisa ser realizado e atender às demandas nacionais e as informações precisam ser repassadas e facilmente acessadas, não importa onde o interessado esteja.

Ampliar as possibilidades de comunicação com inovações tecnológicas diminui a distância entre transportador e cliente, facilita a troca de informações relevantes e minimiza possíveis preocupações durante o transporte. Seja por parte do transportador e embarcador, em cumprir o prazo de entrega acordado, ou por parte do cliente que é receber a mercadoria adquirida em bom estado e sem atrasos.

Ampliar as possibilidades de comunicação e as formas de comunicação de sua transportadora poderá ser seu diferencial em uma negociação importante com um cliente potencial. Para conhecer mais possibilidades de integração de informações, conheça as soluções da Benner para Logística e supply chain, certamente uma delas irá satisfazer suas necessidades!