A transformação digital e a competitividade do mercado vêm mudando o cenário nas empresas, onde todas as áreas da companhia são cada vez mais exigidas quanto à atuação estratégica. Todas, sem exceção, devem buscar formas de contribuir diretamente na busca de diferenciais competitivos e soluções de negócio. E nesse ponto se configura um grande desafio para o departamento jurídico: se posicionar como estratégico e não servir apenas para “apagar incêndios”, e assim ser visto como área geradora de negócios, e não apenas como um centro de custo.

Para acompanhar todo esse movimento e suportar as mudanças o perfil dos profissionais do jurídico também vem mudando. Advogados passam a ser gestores de assuntos jurídicos e objetivos importantes da empresa, ao passo que aliam conhecimento técnico e de negócio. Tanto você, gestor jurídico, quanto a alta direção da empresa deve perceber essa mudança, alçando o time jurídico a novos patamares e envolvendo-o em boa parte dos assuntos da companhia.

Em 2015, a consultoria Robert Half, líder mundial em recrutamento especializado, afirmou que a área jurídica dentro das empresas vinha, cada vez mais, ganhando um status estratégico e consultivo.

Por conta disso, para conseguir destaque no mercado, os profissionais precisam desenvolver habilidades de comunicação e gestão de pessoas, além do executivo preventivo e facilitador, que se antecipa aos problemas e apresenta soluções. 

A edição 2017 do Guia Salarial da consultoria, aponta que há uma grande procura por advogados com espírito empreendedor e que tenham capacidade de gerar novos negócios. E veja, habilidade comercial passa a ser acrescida à bagagem técnica.

Essas informações corroboram a necessidade de mudança de atuação e de foco em resultados para o negócio. E como aproveitar essa nova visão e espaço nas empresas para driblar esse desafio e ajudar o departamento jurídico a conquistar o tão sonhado espaço entre os departamentos estratégicos?

Confira o que fazer e como fazer:

Se posicionar como parceiro das áreas de negócio

O departamento jurídico precisa se aproximar das áreas de negócio, e assim se posicionar como um parceiro. Entender as dificuldades de outros departamentos e como pode contribuir para o alcance dos seus objetivos de negócio será fundamental para uma troca produtiva de conhecimento. A aproximação do jurídico com a área de RH (Recursos Humanos), por exemplo, ajuda a reduzir o passivo trabalhista da sua empresa.

Estar sempre bem informado sobre o que acontece na empresa

Para estar conectado com as estratégias da empresa será necessário saber o que está acontecendo com ela. A aproximação das demais áreas vai ajudar o departamento jurídico nesse caminho. Saber, por exemplo, como está o resultado, quais as grandes diretrizes da organização e conhecer as principais ameaças e oportunidades para alcançar os objetivos traçados. Com esse conhecimento, será possível descobrir de que forma poderá contribuir com a empresa.

Estar (também!) sempre bem informado sobre o que acontece fora da empresa

Como tudo que acontece no mercado impacta inevitavelmente na empresa, acompanhar o que acontece lá fora também é fundamental. Fazer benchmarking com outros departamentos jurídicos é importante para identificar melhores práticas. Além disso, acompanhar as principais publicações do setor, participar de eventos jurídico-corporativos e outros fóruns relevantes para o segmento em que atua, são formas de entender como o mercado está se movimentando e como pode ajudar a empresa a absorver essas tendências.

Trabalhar com planejamento estratégico para o departamento jurídico

 

Para atuar de forma estratégica o departamento jurídico precisa pensar e agir como uma empresa.

Trabalhar na definição de indicadores de performance e provisionamento financeiro, por exemplo, vai demonstrar a seriedade e a capacidade de gestão do líder e da equipe do departamento jurídico. Promover reuniões de planejamento estratégico e acompanhar os resultados do que foi planejado será fundamental para melhorar o desempenho e os resultados da área jurídica

Comemorar e divulgar os sucessos do departamento jurídico

Para ajudar a derrubar a velha imagem de que o jurídico é apenas centro de custo uma boa estratégia é apresentar as conquistas do departamento por meio de números e resultados. Assim será possível demonstrar as contribuições do time na busca pelos resultados esperados para a companhia.

Compartilhar conhecimento com as demais áreas

O departamento jurídico, pelo seu perfil analítico, pode identificar áreas e assuntos mais complexos e que poderiam gerar mais problemas para a empresa. Com essas informações em mãos, que tal desenvolver treinamentos e ações consultivas para as áreas envolvidas nesses cenários? Além de melhorar os resultados, é uma boa forma de aproximação também.

Fazer uso de pesquisas de satisfação

Para balizar as ações e sua eficácia, é importante buscar regularmente feedback sobre os trabalhos do departamento jurídico. A opinião do cliente interno será fundamental para confirmar o trabalho do departamento ou ajudar na identificação de oportunidades de melhoria.

Atuar de forma mais próxima das áreas de negócio é fundamental e certamente ajuda a “quebrar o gelo” junto aos interlocutores com quem o departamento jurídico deve se relacionar e a desenvolver maior engajamento do time junto aos negócios da companhia. Dessa forma, será muito mais fácil driblar o desafios do departamento jurídico de atuar mais estrategicamente.

Continue acompanhando o blog para receber mais dicas de como o gestor jurídico e seu time podem atuar de forma estratégica e se posicionar como centro de resultados para sua empresa.

New Call-to-action